quarta-feira, 21 de maio de 2014

Primeira resenha no blog e extraordinário!

Facebook
(Há sempre espaço para uma história que possa transportar as pessoas para outro lugar)

Konnichiwa minna :D Tudo bem com vocês?

Há alguns dias perguntei lá na página do facebook o que vocês achavam de eu postar resenhas de livros aqui no blog. Como vocês, leitores, são meio "fantasmas" (brincadeira kkk) tanto aqui no blog quanto lá na página (aliás, já curtiram a página? Não? Então clica aqui), eu decidi fazer mesmo assim kkkk Quem acompanha o yume no sekai há algum tempo, já sabe que eu e a meme-chan amamos livros, não é mesmo? Por isso, decidi indicar livros que gostei aqui no blog, assim vocês terão a oportunidade de conhecer histórias muito boas ^^

Bom, vamos lá?

(O desenho de fundo foi  a meme-chan que fez para mim :P)

O livro que escolhi para começar com o pé direito foi Extraordinário da R.J. Palacio. Li ele no final do ano passado e antes de dizer o que achei, vou dizer a sinopse.


August é um garoto que possui uma deformidade na cara devido à uma síndrome genética e, por isso, acaba atraindo muitos olhares sobre si (e desviadas de olhares também). Até o momento da história, sempre estudou em casa aos cuidados de sua mãe, mas seus pais decidem colocá-lo no quinto ano em uma escola particular.

(Pequeno Príncipe citado em Extraordinário *---*)

O livro mostra todo o processo de adaptação de uma criança em uma escola nova (e ainda mais sobre o ponto de vista de August, que sempre é acompanhado por olhares para todos os lugares que vai). A dificuldade em fazer amigos, a questão da implicância das outras crianças em relação à deformidade de August e muito mais são retratados nesse livro que, ao mesmo tempo que nos faz refletir muito sobre nossos atos e o que eles provocam nas pessoas ao nosso redor, também é uma leitura que flui muito bem, se tornando, por esse motivo, leve e rápido de ler.

(Personagens que narram a história, minhas partes preferidas foram do August - óbvio!)

Os capítulos são curtos (apenas algumas páginas) e o livro é dividido em 8 partes, com o ponto de vista de diversos personagens que aparecem na história, incluindo a irmã de August, seu namorado, os amigos e, claro, o próprio August (ele aparece mais de uma vez).

(Gosto da cor da segunda capa - que na montagem é a primeira kkk- mas mais do rosto da primeira :c)

Extraordinário foi lançado no Brasil pela editora Intrínseca com duas versões diferentes de capas, apesar de que apenas há a venda da segunda criada atualmente, se não me engano (eu tenho a primeira, porque 1) comprei em uma promoção por 20 reais >< e 2) ainda não tinham lançado a outra capa). Não sei qual delas eu prefiro, mas garanto que o conteúdo é o mesmo e vale muito a pena independente de qual capa ;)

(Capa antiga brasileira x Capa americana, se não me engano)

Bom, é isso resenha rapidinha para vocês sobre um livro que eu simplesmente adorei *-* 

La leccion de august.

(P.S.-> Estava pensando de, para resenhar, colocar um tipo de classificação, o que vocês acham?)

Esqueci de dizer: Foi confirmado pela editora Intrínseca o filme de Extraordinário, então, aproveitem enquanto dá tempo de ler antes de lançar o filme ;)

Para terminar a primeira resenha do blog, colocarei abaixo alguns trechos que gostei :)

"Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo"
- pág 313 (amei esses preceitos, uma das minhas partes favoritas ><)

"Esse preceito significa que deveríamos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas importam mais do que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós."

"... Por isso nossos feitos são nossos monumentos. Construídos com memórias em vez de pedra."
-pág 72

"Mas, se quiseram me dar uma medalha por ser eu mesmo, tudo bem. Aceito. Não destruí a Estrela da Morte nem nada parecido, mas consegui passar pelo quinto ano. E isso não é fácil, mesmo que você não seja eu."
-Pág 308

"Voltei alguns passos e a surpreendi abrançando-a enquanto ela andava. Ela pôs os braços à minha volta e apertou de leve.
- Obrigado por me fazer ir para a escola - falei baixinho
Ela me abraçou mais apertado, se inclinou e deu um beijo no alto da minha cabeça.
-Eu é que agradeço, Auggie - respondeu ela.
- Pelo quê?
- Por tudo o que nos deu. Por entrar nas nossas vidas. Por ser você.
Inclinou-se de novo e sussurrou no meu ouvido:
- Você é mesmo extraordinário, Auggie. Você é extraordinário"
- Pág 310

*w*

Espero que tenham gostado do post :) Sugestões de livros para resenhas ou críticas quanto ao que mais vocês querem ver por aqui, deixem nos comentários ><

Jane *-*





Nenhum comentário:

Postar um comentário