quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Meu vizinho Totoro


Konnichiwa, minna :D Tudo bem? 

Hoje irei falar sobre um dos filmes mais famosos do studio ghibli o// Tenho certeza de que vocês já devem ter visto essa simpática mistura de urso com coelho (?) chamada Totoro por aí >.<


Bom, a história é focada nessas duas irmãs, a Mei e a Satsuki, que se mudam para perto do hospital onde sua mãe está internada. Depois tem toda uma "pequena aventura" que a irmã mais nova se mete e acaba achando o Totoro. Ela ainda foge em um certo momento do filme porque a mãe não vai poder voltar para casa no dia prometido... Mas enfim.


O que dizer? É studio ghibli, é Hayao Miyazaki, tem todo aquele clima de nostalgia de criança que só quer se divertir e brincar, e que demonstra todo e qualquer tipo de emoção que está sentindo, seja qual for. 


Também temos cenas de extrema fofura (e engraçadas) por conta do Totoro (*--*). Apesar de ser um filme meio fantástico, ele é meio parado (assim como a meme-chan já mencionou nesse post dela), então, para quem gosta de coisas mais agitadas e com mais ação, talvez não vire tãão fã do filme, mas garanto que vale a pena do mesmo jeito :) (Tome um calmante antes de ver esse filme se você é uma pessoa hiperativa kk)



Além do Totoro, encontramos outros personagens notáveis, como a velhinha que mora perto da casa das duas irmãs e está sempre disposta a ajudá-las, o garotinho fofo que nutre um sentimento por uma das irmãs (>//<) e o gato ônibus :3

(marca registrada do studio ghibli *-*)

Acho que não tenho mais nada a dizer. Muitos consideram Meu vizinho Totoro como um dos "clássicos" da animação japonesa, então se você é fã de animações assim como eu e ainda não viu, recomendo que veja nesse momento ><


Alguns links para quem se interessou :3



(kk achei isso o máximo, tem muitas imagens assim misturando esse filme com outras referências)

Espero que tenham gostado :)

Jane *-*





quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Orange


Yoo, minna-san :D Como estão?

Finalmente férias o// Eu sei que era para esse post ter ido ontem, mas tinha muitos planos, fui no cinema com a meme-chan e nossa outra amiga assistir A Esperança parte 1, estou bem resfriada. mas aqui estou para fazer o post sobre o mangá de Orange :)

Orange conta a história de um grupo de 5 amigos que no dia da cerimônia de abertura da escola conhecem Kakeru, um garoto que acabou de se transferir para a cidade vindo de Tóquio (o contrário do post passado de hirunaka no ryuusei kk). 

O foco é, principalmente, em Naho, uma estudante que no primeiro dia de aula tem o primeiro atraso da sua vida. Nesse mesmo dia, ela acha cartas do seu eu de 10 anos no futuro. Todas elas parecem querer transmitir a mesma mensagem principal: "Salvar Kakeru". A partir daí, Naho começa a investigar o futuro, enquanto tenta ao máximo seguir as recomendações de suas cartas.


É interessante a proposta desse mangá, porque nos faz refletir muito sobre esse contraste entre o passado e o futuro. As cartas de Naho do futuro falam constantemente do quanto ela se arrepende por várias coisas que fez e coisas que deixou de fazer. Porém, aí começamos a pensar: Mesmo com esses arrependimentos difíceis de lidar, não seríamos as pessoas que somos atualmente sem eles, certo? O que seria do nosso futuro se não tivéssemos feito o fizemos no passado? Será que ele continuaria o mesmo? Ou mudaria? Provavelmente.



Será que as coisas que Naho segue de acordo coma  carta estariam mudando seu futuro? Se sim, para "melhor" ou para "pior"? Será que ela própria continuaria sendo a mesma pessoa? Será que, mesmo sem todos esses arrependimentos, ela conseguiria ser totalmente feliz? Será que existe alguém nesse mundo capaz de viver sem sequer um arrependimento?

Achei muito bom Takano Ichigo ter abordado esses assuntos. Ainda mais com uma história com um pano de fundo bem delicado em relação às personagens, nisso, claro, destacando o Kakeru.


Ela ainda trabalha com o "lidar com a morte" e ainda coisas bem sérias, como suicídio e como as pessoas acabam se corroendo por se culparem demais pelos seus arrependimentos. É possível também perceber o modo como cada um dos personagens do grupo lidam com a morte de pessoas queridas.

Dá para notar também como, depois de certos acontecimentos, cada um deles começa a se cobrar para contribuírem de certa forma a ajudarem o Kakeru a ser feliz.



Além disso, a mangaká nos mostra o fortalecimento da amizade entre eles, pois vemos que, mesmo às vezes guardando os nossos problemas e sofrimentos para nós mesmos, nossos amigos estão sempre aptos a nos ajudar a carregar o fardo de nossas dores. Citando Suwa, "se todos carregarmos juntos, mesmo a mais pesada das coisas se torna leve". Gostei dela ter passado a mensagem que não precisamos superar as coisas sozinhos e que sempre haverá pessoas em quem podemos confiar e nos apoiar :)

Tenho que mencionar uma cena em que o professor da classe deles começa uma pequena reflexão sobre o que aconteceria se máquinas do tempo existissem e se pudéssemos mudar nossos passados. Realmente, muito interessante, mesmo com toda uma explicação meio científica por trás kk



Para terminar, só abrindo um parênteses em relação ao que eu acho sobre esse assunto em relação às perguntas que fiz antes.

Acho que não há uma sequer pessoa nesse mundo que não tenha pelo menos um arrependimento na sua vida. Mas no meu ver, todos só são assim hoje, por causa de todas essas coisas que enfrentaram, tanto momentos felizes quanto tristes. É difícil imaginar uma vida sem arrependimentos, pois, afinal, é com eles que aprendemos e superamos tudo para continuar a seguir em frente. Muitas vezes, são eles que nos motivam a agir do modo como agimos. Se mudarmos nosso passado, estaríamos mudando nosso próprio presente e futuro, e, consequentemente, a pessoa em quem nos tornamos.

Eu sei que às vezes é difícil aceitar e conviver com esses arrependimentos e, ainda mais, aprender a nos perdoarmos por nossos próprios erros. Mas todos devemos também aprender a lidar com isso, assim como com outras coisas inevitáveis que qualquer ser humano esbarra em sua vida.



Concluindo, Orange, além de ter uma ótima proposta de história, nos promove reflexões que recomendo a todos que tenham. Mesmo sendo um mangá shoujo, é muito mais do que realmente parece, e permite-nos perceber que algumas coisas, apesar de simples na aparência, são muito mais complexas do que nós imaginamos.

Orange tem até agora 15 capítulos lançados em inglês (dois links -> mangareader e mangahere) , com 10 deles traduzidos pelo mangá host ^^

Então é isso por hoje >< Espero que tenham gostado da recomendação :)

Jane *-*


quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Hirunaka no ryuusei (Daytime Shooting Star)


Konbanwa, minna ^-^ Tudo bem com vocês? 
(Alguém aí fez a prova do enem nesse final de semana que passou? Espero que tenham ido bem :3)

Hoje, ao invés de falar sobre um anime, irei falar sobre um mangá o/ (já devem ter reparado que estou tentando fugir um pouco dos posts de animes ainda não mencionados aqui, estou meio que sem tempo para ver por causa da escola :/ Mas isso logo irá mudar e as férias chegarão *^*)

Mas, voltando, o nome do mangá que irei falar se chama Hirunaka no ryuusei, ou em inglês Daytime Shooting Star (acho que em português ficou mais ou menos Estrela Cadente a luz do dia) Achei um nome bonito e diferente ><


Hirunaka no ryuusei conta a história da Suzume-chan, uma garota que se muda do interior do Japão para a cidade grande de Tóquio e passa a morar com seu tio. Na nova escola, ela conhece várias pessoas novas, e uma em especial que mexe com seu coração (que clichê kk) e que descobre depois ser amigo do seu tio.

Acho que meu resumo ficou meio ruim, mas deu para entender mais ou menos, né?

Agora minha opinião o/

Antes de tudo, acho que vale ressaltar que Hirunaka no ryuusei não é nada muito original nem nada, é a história do triângulo amoroso que envolve o professor e a aluna, e ainda, essa mesma aluna e seu, digamos, melhor amigo que é apaixonado por ela.

(Suzume-chan :))

Um ponto que gostei foi que me identifiquei muito com a personagem principal, ela é bem largada, digamos assim kk Ela não tem as características que a sociedade impõe serem de uma garota, não tem intenção de ser fofinha nem nada, só ela mesma. Não é daquelas que se preocupam com a aparência, mesmo para ficar mais apresentável.

É engraçado porque às vezes ela se mete em várias situações engraçadas pela personalidade dela ser assim kk Ainda mais por ela ser distraída e atrapalhada kk Em várias partes, ela se parece com uma criança kk

Mesmo assim, é possível ver como ela muda as perspectivas das pessoas ao seu redor. Mas, ao mesmo tempo, ela também tem seus próprios conflitos pessoais.

(ela consegue ser muito fofa em certos momentos >//<)

É bom também ver o envolvimento entre os personagens, acho que principalmente entre a Suzume e a Yuyuka, dá para perceber bem o amadurecimento e a evolução da amizade delas. Além disso, certos personagens amadureceram também conforme as coisas iam acontecendo. Um personagem em especial, eu até me surpreendi bastante, porque ele fez uma coisa que eu não esperava que ele fizesse, mas já dá para perceber como ele está sentindo e a razão de ter cumprido tal ato.


É uma coisa não usual em mangás shoujo para mim, mas eu não consegui escolher um lado do triângulo amoroso kk Um lado me surpreendeu muito por algumas atitudes dele em certos momentos, mas eu também torço para que a personagem principal fique com a pessoa de quem ela realmente gosta naquele momento (mas não que necessariamente ela tenha que ficar com ela também kk)
Resumindo, está meio difícil decidir de qual lado ficar u.u Mas sempre tem aquela pessoa que pisa mais com a bola, né? (comentário feito depois de ler o capítulo 47 kk)

Antes que eu me esqueça, links para quem quiser ler:


Manga here (inglês)

Manga fox (inglês)

Manga reader (inglês)

Obs: a garota desse blog está fazendo a tradução junto com esse outro blog (ou algum tipo de parceria, não entendi direito kk) e a tradução dela (deles?) é a que está sendo usada no mangá host ^^ Aliás, eles estão recrutando pessoas para ajudá-los... Isso porque estava pensando em ajudar como tradutora de mangás em algum lugar... Mas ainda vou ver isso direitinho ^^

Bom, é isso para o post de hoje. Como esse mangá ainda está ativo (pelo menos na tradução, porque acabei de ver que já acabou de ser lançado no Japão) e em português só foi lançado até o capítulo 47 (em um aplicativo que tenho, já está lá pelo 77 em inglês), então não tenho uma opinião completamente formada, mas esta aí a recomendação para quem se interessar ^^ 

Semana que vem falarei de mais um mangá que estou lendo no momento, chamado Orange :) Espero que gostem ><

Jane *-*










quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Primeiros passos para começar a fazer um cosplay


Olá, minna ^^ Tudo bem com vocês? Espero que sim :)

Retomando aquela série, hoje vou dar 4 dicas para você começar a fazer seu cosplay o// Também darei algumas indicações ^^

1- Faça uma lista com tudo que irá precisar (tudo mesmo)

Fazer um bom cosplay exige organização. Então, antes de começar qualquer coisa, anote todas as coisas de que você precisar. Sejam materiais, tecidos, objetos específicos... Faça isso para não correr o risco de com a correira e quantidade de coisas não acabar deixando algo passar!

2- Marcação

Fez a lista? Certo, depois disso, marque nela as coisas que já tem, as que precisa comprar e as que pode (ou precisará) fazer. Crie legendas, escreva na frente, qualquer coisa para ampliar a sua visão das coisas sobre as quais a sua atenção deverá ser mais voltada na confecção do seu cosplay.

3- Anote lojas onde pode comprar as coisas e materiais que pode usar

Eu irei fazer um post com lojas virtuais de itens de cosplay, mas já tente reservar um dia para explorar a sua cidade ou alguma outra perto da sua onde tenham lojas que podem fornecer coisas para o seu cosplay. Em "coisas" me refiro tanto a materiais diversos quanto a objetos de cosplay mesmo. Outra dica é que você pode pesquisar por cosmakers, ou seja, pessoas especializadas nesse tipo de coisa.

4- Pesquise com amigos e parentes costureiras confiáveis 

Se você não pretende investir muito dinheiro ou se o que você quer usar é algo mais simples, muitas vezes uma costureira pode acabar valendo mais a pena. Pergunte a sua família, seja para a sua avó, sua mãe ou sua tia, ou até mesmo para seus amigos e mães dos seus amigos por costureiras confiáveis e que façam um trabalho bem feito. Tenho certeza de que alguém que você conhece terá uma indicação para te dar. 
Só não determine nada com ela ainda, você pode conversar sobre as suas ideias quando estiver certa de a pessoa ser confiável, mas lembre-se de pesquisar antes sobre tecidos e quais os materiais mais adequados para o tipo de cosplay que planeja.

Para terminar o post, darei duas indicações. A primeira, é de um blog que me ajudou (e ainda ajuda) muito sobre as coisas de cosplay. Ele é bem completo, as garotas falam tanto sobre as suas experiências de cosplay, quanto dicas, tutoriais e inspirações ^^ Recomendo muitíssimo >< (Além disso, as outras seções do blog também são ricas em conteúdo *-*)
Falando nisso, esse post foi baseado nesse outro desse mesmo blog. Como eu não tenho muita experiência com cosplay (aliás, a intenção dessa "série" que estou fazendo é justamente para compartilhar e dizer para vocês do meu jeito tudo aquilo que pesquisei e acho válido), meus posts sempre terão alguma referência. Espero que entendam ^^

A segunda é um vídeo do canal Pense Geek. Na verdade, dois vídeos kk Eles fazem parte de uma série que a vlogueira (Como se escreve isso? kkk) está fazendo para iniciantes nesse mundo de cosplay o// 

Espero que tenham gostado :) Jane *-*